Views

Receba ESTE conteúdo por e-mail sempre que publicarmos:

Receba ESTE conteúdo por e-mail sempre que publicarmos:

Email

Tecnologia e as Equipes de Alta Performance



1. Eficiente Coordenação de Esforços

Há um senso comumente assimilado pela administração, que não é uma total mentira, mas também não é uma total verdade: Em pequenas empresas paira a crença de que o bom gestor seja capaz de observar seu inteiro modelo de negócio, bem como a performance deste, disparando assertivas e adequações, quando necessárias.

Imagine liderar equipes, gastando entre 5 e 10 minutos em cada diretriz e orientação. Ao final do dia, terá gasto muitas horas.

Imagine poder utilizar um aplicativo simples de agenda, nada muito sofisticado. Perceberá que começará a poupar em média entre 1 e 2 horas por dia. Ao migrar para um sistema de gestão mais robusto, conseguirá gerenciar toda a equipe simultaneamente.


2. Menos Tarefas Repetitivas

Uma tarefa mecânica repetitiva é entediante. A repetição é chata. Mesmo que uma pessoa apresente alta performance, logo ficará entediada e sua produtividade cairá de nível.

Máquinas não se importam com repetição. Podem fazê-las indefinidamente, trocando números em planilhas, fazendo contas, disparando-as por e-mails automáticos.

A vantagem? Mais espaço para o que o cérebro, de fato, precisa: criatividade, pensamento estratégico e desafios. Assim como nosso computador é muito bom em processar rapidamente, nosso cérebro é excelente em criar novas informações, indo além dos padrões estabelecidos.


3. Menor Rotatividade, Maior Adaptação

Consegue refletir sobre quantos anos levou para automatizar coisas simples, com alta performance, como digitar e amarrar os cadarços dos seus sapatos? Agora pense: Novos colaboradores sempre demandam algum tempo para aprenderem novos processos e ações.

O princípio é o mesmo: Quanto menos coisas for necessário aprender, menos tempo levará para ser integrado ao trabalho com o grupo.

E não nos esqueçamos dos vários funcionários que saem por não se adaptarem a certos processos, a cultura, ou mesmo as ferramentas utilizadas. Essa rotatividade gera maiores custos para a empresa, que precisa selecionar currículos, anunciar vagas, fazer ligações, realizar treinamentos e a integração do novato a equipe. Ou seja, a rotatividade é ruim, mas a tecnologia reduz a rotatividade.

Deixe seus comentários, compartilhe este artigo!
⬛◼◾▪ Social Media ▪◾◼⬛
• FACEBOOK • TWITTER • INSTAGRAM  • TUMBLR   GOOGLE+   LINKEDIN   PINTEREST
⬛◼◾▪ Blogs ▪◾◼⬛
• SFE®  • SFE Tech®  • SFE Terms®  • SFE Books®  • SFE Biography®
⬛◼◾▪ CONTATO ▪

Vitrine

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...